Cadastrar |

O Pescador de Consciência

 

No dia 23/07/2003 eu e alguns amigos nos reunimos na casa da Lucimara para celebrar o seu aniversário. Conversamos bastante e nas entrelinhas das conversas comecei a captar algumas mensagens sutis. Enquanto conversávamos o Estêvão reparou em um tapete que lá estava e comentou sobre ele. Era um tapete persa que tinha um desenho da Kaba, o cubo negro da cidade de Meca. Instantaneamente comecei a viajar (num bom sentido) e percebi que aquela era uma mensagem. A menção do cubo levou minha consciência até o livro “As Chaves de Enoch.” Neste livro existe uma descrição do cubo negro de Meca como sendo parte de uma malha cristalina de opressão da consciência. Uma estrutura energética criada por nós para restringir a manifestação da luz Crística. Conectando a malha, me lembrei de uma mensagem de Kryon* onde ele diz que o número 666 representa um código que se refere à biologia não facilitada, ou seja, a estrutura biológica ou o DNA que ainda não permite a manifestação expandida de nossa própria consciência. Lembram-se do código 888** e sua associação ao octaedro (oito faces)? Pois então, o 666 representa exatamente o cubo (seis faces). O cubo representa a restrição e o corpo biológico não facilitado, o octaedro a expansão e o corpo Crístico, ou seja, o corpo biológico que permite a manifestação da consciência Crística! Pois bem, fiz estas associações e guardei a mensagem multidimensional que me chegou naquele momento. Durante aquela reunião um dos temas principais foi o dos mecanismos de restrição da consciência e olha que eu nem compartilhei o insight do cubo! Aquela energia estava no ar. Terminamos a reunião e fomos embora. Mal saí da casa da Lucimara comecei a me sentir mal. Naquela noite tive uma forte diarréia e um enjôo também muito forte. Resumindo, uma limpeza interna em todos os sentidos! Há muito tempo não passava tão mal! Percebi que o cubo estava sendo aberto e as "impurezas" estavam sendo liberadas inclusive através do corpo. O interessante é que duas semanas antes deste evento eu já havia sonhado com isto! Não vou entrar em detalhes, mas neste sonho eu presenciava uma verdadeira descarga cósmica! Internamente, muita sujeira estava sendo liberada a ponto de no sonho eu sentir muita náusea! Para que a luz se manifeste a escuridão precisa sair!

As sincronicidades e os insights não param por aí. Comentei com a Lucimara sobre minhas impressões e na mesma noite ela teve outro sonho belíssimo e revelador. Eu estava no banheiro de sua casa e me admirava com aquele cômodo que tinha uma decoração muito bonita. No entanto, ela me disse: "Mas, a peça mais importante está dentro daquela caixinha ali." O cubo, mais uma vez! A Lucimara então pegou aquela caixa cúbica e começou a abri-la! Eram vários cubos um dentro do outro. Cada cubo abria-se de forma diferente! Como se fossem códigos de acesso! O mais impressionante foi o que encontramos dentro do último cubo: Um graal e um prato de porcelana! Dois símbolos do Self, o ser divino em nós! Ela também estava abrindo o seu cubo! As ressonâncias não param por aí! Logo depois dela me contar o sonho pelo telefone sua irmã começou a conversar com ela e contou que estava lendo o livro da Gênese na Bíblia. Abro um parêntese para dizer que a irmã da Lucimara tem sido uma espírita ortodoxa e o fato dela estar lendo um texto bíblico buscando chaves de compreensão representa uma abertura, uma expansão. Mas, o mais interessante foi o que ela captou e decodificou. Ela disse à Lucimara que compreendia que Caim representava o 666! Ela também, ao seu modo, estava acessando o cubo e expandindo sua consciência!

Calma que ainda tem mais!
No dia seguinte a este episódio entrei em uma lista de discussão do site do Tobias e encontrei um texto recente de Kryon, que havia sido canalizado nos dias 21 e 22 de junho. Qual não foi minha surpresa quando nesta mensagem Kryon revela ao Dr Todd Ovokaytis*** e a todos os que lá estavam a forma interdimensional do DNA atual. E adivinhe qual era? Um cubo! Pela primeira vez Kryon fala sobre isto diretamente, ou seja, trazendo à consciência da massa (a massa da Família) a energia do cubo. Kryon disse que esta era uma informação muito importante e que o Dr. Todd tinha as chaves científicas para decodificá-la. Kryon revelou ao Dr Todd que esta metáfora já estava presente em uma visão que ele tivera no início do seu despertar espiritual, o que o conduziu para o caminho em que se encontra hoje. Esta informação está na biografia do Dr Todd que pode ser encontrada no site de Kryon (www.kryonportugues.com), no link "Família Kryon", mas a compartilho agora:

“Inspirado a aprender mais, Dr Todd se mudou para o sul da Califórnia, para estudar com praticantes da Medicina Complementar. No contexto destes estudos, ele teve uma experiência tão radical que o curso de sua vida e de seu trabalho foram transformados para sempre.

Durante uma aula de meditação no verão de 1989, Dr. Todd fez par com outro aluno para um exercício. O processo foi tão profundo que eles revezaram, ficando um no processo enquanto o outro tomava notas para gravar qualquer irrompimento de consciência. A meditação foi agradável e profundamente relaxante, com um alto grau de consciência corporal interna até o último nível, quando uma mudança abrupta aconteceu.

Assim como no filme o "Contato" com Jodie Foster, o ponto âncora usual se dissolveu com a sensação de um transporte instantâneo para uma diferente dimensão do ser. Havia uma passagem ou um portal para se atravessar, com uma mensagem de responsabilidade assumida ao se prosseguir adiante.

Ao passar por aquela porta, instantaneamente, foi vista uma forma viva que preencheu toda a sala - e tinha a forma de um DNA aumentado milhões de vezes. Esta forma comunicou que a ciência tinha apenas parcialmente compreendido como funciona o DNA. As compreensões lineares do DNA como uma enorme corrente de dados estava correta mas incompleta. Além disso, o DNA era uma estrutura de rodas dentro de rodas em um ambiente de cargas em movimento que permitiam ao DNA enviar sinais eletromagnéticos assim como um rádio transmissor. Mais ainda, o DNA poderia receber e ser condicionado por sinais eletromagnéticos. Mais significantemente, se fosse possível determinar e transmitir os sinais ressonantes corretos, seria possível mudar a atividade de uma célula doente para a de uma célula saudável, e a de uma célula velha para a de uma nova.

Esta experiência trouxe com ela uma certeza de que soluções eram possíveis. Depois de uma intensa revisão de trabalhos anteriores mostrando os efeitos de padrões de energia eletromagnética na saúde e funcionamento celular, Dr. Todd localizou um colega com a capacitação técnica para construir a invenção desejada.

O resto é história, e hoje Dr. Todd dirige a Gematria - uma firma de pesquisa e desenvolvimento localizada em Carlsbad, Califórnia, implementando sua intuição e suas invenções”

Esta foi a experiência do Dr Todd e a metáfora, segundo Kryon, é a sala onde se encontrava o DNA. Por que ele estaria em uma sala? Exatamente! A sala cúbica é a metáfora deste sólido platônico com sei faces de dimensões iguais!

Nesta mensagem (A Experiência do Monte Shasta****) Kryon não revela a forma do novo DNA, mas já estou decodificando-o como sendo o próprio octaedro! As dicas estão todas aí!

Calma que as coisas não param por aí. No final de semana dos dias 02 e 03/08/2003, viajamos eu, Lucimara, Kelsen, Victor e Vera para a fazenda de meus pais, que fica nas imediações da famosa fazenda da minha avó (famosa apenas para quem conhece um pouco das histórias que compartilhava na antiga lista do farol)! No sábado à noite resolvemos fazer uma fogueira ritual para que pudéssemos transmutar as energias e contratos que não são mais apropriados em nosso caminho. Tivemos a intuição de utilizar algum símbolo, até mesmo físico, para representar aquilo que gostaríamos de transmutar. Não tive dúvidas de que era o cubo a energia que gostaria de transformar. Então procurei na fazenda algo que pudesse representar o cubo, mas resolvi usar minha criatividade e construir um de papelão. Esta também foi uma experiência mágica, cheia de simbolismos e mensagens do Espírito! Encontrei na fazenda uma caixa de papelão e comecei a executar o projeto do cubo. Peguei uma régua e respeitando as dimensões da caixa tracei seis faces quadradas de 8 cm cada, sendo quatro quadrados na vertical e dois se encaixando na horizontal, no segundo quadrado, de cima para baixo, do eixo vertical. A Vera, como bruxa que é e tendo uma certa aversão ao cristianismo logo identificou a cruz e o simbolismo do cubo aberto (2D) onde está aprisionado o Cristo “morto”! Mais uma metáfora do Espírito! Mas, a beleza não para por aí! Ao cortar a cruz que se transformaria em um cubo, virei-a para ver o que havia na outra face e não acreditei quando li a única frase que sobrara da caixa de papelão que havia pegado: “Live Fish”. Peixe Vivo! O peixe, o símbolo do cristianismo e da era que finda estava vivo dentro do cubo e seria libertado naquele ritual mágico!

Construí o cubo deixando o peixe vivo do lado de dentro e pedi à Lucimara, à Vera, ao Kelsen e ao Victor para desenharem algo nas faces do cubo. À noite fomos para um lugar muito especial da fazenda, junto à mata, a um açude e em meio às pedras. As bruxas Lucimara e Vera fecharam o círculo mágico ao redor da fogueira usando sal e convidando os 4 elementos para participarem daquela cerimônia. Acendemos o fogo, jogando folhas de eucalipto e sálvia para dar um toque xamânico, integrando a sabedoria das ervas. Cada um fez seu ritual, oferecendo ao fogo do Espírito as energias e contratos a serem transmutados. Quando joguei o cubo, a cena foi muito bonita. Antes de se queimar, o cubo se abriu e a superfície branca do seu interior irradiou uma bela luz azulada, simbolizando a libertação da luz espiritual.

Convidamos então um amigo invisível para compartilhar algo conosco. Foi então que Kelsen começou a canalizar Julio, um membro da Família que se apresenta com a energia cigana. Ninguém melhor do que um cigano para compartilhar um ritual pagão onde a liberdade é o tema principal! Julio nos trouxe palavras sábias, mas o que mais me tocou foi sua resposta a uma pergunta do Victor: “Papai, cadê o peixe?” Então Julio respondeu: “Pequeno! O peixe, que é o Cristo, nada livre no oceano infinito do Universo!” Agradeci ao Julio por se juntar a nós e expressei a intenção para que aquela energia ressonasse em todo o Cosmo! Ao final daquele momento mágico, apagamos a fogueira e fomos nos deitar entrando no mundo dos sonhos...

Foi uma viagem deliciosa e no domingo ainda tomamos um banho de cachoeira, literalmente lavando nossas almas.
Já em BH, outra bela peça se encaixou na segunda feira. Neste dia minha mãe me ligou para contar um sonho que uma grande amiga sua havia tido na noite de sábado para domingo. No sonho ela estava em um lugar junto às montanhas e observou uma senhora junto a um lago distribuindo peixes para uma multidão! O evento parecia o milagre da multiplicação dos peixes que nadavam fartamente no lago, simbolizando a abundância de recursos no universo. A Tininha (amiga de minha mãe) reconheceu aquela senhora como sendo a minha avó materna, mesmo não a tendo conhecido no plano físico! Ela disse que também sentia a presença de minha mãe naquele sonho. Em meio à multidão que recebia o alimento ela me viu e quando chegou a minha vez de receber, minha avó me entregou uma peneira que ao meu toque se transformou em pura luz que banhou todo o ambiente...

A beleza deste sonho me emociona. Em um único símbolo, entregue pelas mãos da Grande Mãe, está uma mensagem tão profunda. A peneira com seu formato circular representando o Self traz ainda o simbolismo da Malha Cósmica***** de onde emana a luz Divina. Está presente ainda o toque de responsabilidade no instrumento que permite a busca do próprio alimento, tanto material (peixe) quanto espiritual (luz).

Como em toda tela multidimensional repleta de informações e significados, nesta pérola onírica ainda estão presentes, de forma sutil, as energias femina da mãe, representada pela beleza e singeleza do ambiente e também a masculina do pai, representada pela abundância material do lago e dos peixes, sem contar a energia da mensageira que pode captar nuanças tão delicadas.

Obrigado Tininha, por nos trazer uma mensagem tão inspirada e profunda.
E assim, como em um círculo mágico, se “fecha” mais este capítulo do caminho da Ascensão.

 

 

*Kryon é uma presença divina da Família de Miguel, que desde 1989 vem nos trazendo informações através de canalizações sobre a ascensão, a transição planetária, a ativação do DNA magnético multidimensional, mas principalmente nos presenteia com o imenso amor que permeia suas mensagens, nos trazendo lembranças de Casa.
A quem quiser sentir esta energia e discernir por si mesmo o teor destas mensagens, recomendo o site www.kryonportugues.com.br

** Aqui me refiro a outra experiência onde acessei informações sobre o simbolismo do número 8 e sua relação com o octaedro e o Corpo Crístico.

*** Dr Todd Ovokaitys é médico e pesquisador e participa da equipe que acompanha Lee Carrol em suas canalizações de Kryon pelo mundo. Dr Todd vem pesquisando a natureza multidimensional e magnética do DNA, desenvolvendo métodos de rejuvenescimento baseados em transformações na estrutura energética do DNA através da inserção de informações de luz (raios laser) por meio de geometria sagrada. Para maiores informações acessem o site www.gematria.com .

**** Esta canalização se chama "A Experiência do Monte Shasta" e pode ser encontrad no site oficial de Kryon

***** A Malha Cósmica é, segundo Kryon, o maior presente que temos disponível para nós nesta Nova Energia. Há duas canalizações onde Kryon revela atributos da Malha Cósmica, chamadas " Malha Cósmica - parte I" e "Malha Cósmica - Parte II" .

 




     gustavo3388@gmail.com        85 81018833


© 2014 O Farol. Todos os direitos reservados